Por que uma casa de repouso?

Este é um assunto delicado e que merece a atenção de todos, afinal de contas todos nós um dia ficaremos velhos e certamente ninguém gostaria de ficar num local longe de amigos e parentes, porem muito se pergunta e se exclama quando se observa um idoso numa casa de repouso, coisas do tipo que filho é esse, como teve coragem, que tem filho(a) como esse(a) não precisa de inimigo, porque internou a(o) mãe/ pai ?
Realmente a primeira vista parece crueldade, mas para quem está convivendo com idoso em certas condições foi um grande alívio, muitos desconhecem tal situação mas muitos homens ou mulheres quando chegam em determinada idade simplesmente se transformam, uns viram crianças ao extremo enquanto que outros perdem a noção de questões básicas como a higiene e o pior está quando fica totalmente dependente em cima de uma cama.

Quando o familiar/cuidador, que lida diretamente com o idoso, estão em condição precária, estressado, não aguentando mais a pressão a que está exposto, pede um tempo” para descansar e repor energias, talvez seja um momento necessário para a possível institucionalização. Institucionalização significa levar o idoso para uma casa de repouso.

Há casos, como na doença de Alzheimer, em que o idoso é muito agitado e agressivo, onde os medicamentos pouco resolvem. A família, por melhor que seja não consegue mais manter o padrão de cuidado, e todos se encontram esgotados. O que fazer?

Neste artigo não estamos querendo insinuar que não devemos ter trabalho em cuidar de uma pessoa idosa mas sim estamos alertando que você pode ficar doente e só você sabe o que passar em sua casa, portanto se achar que chegou ao extremo colocar o seu ente querido numa casa de repouso não é maltratar ou querer seu mal, muito pelo contrario, a ideia é querer que pessoas bem preparadas possam cuidar da melhor forma possível dando o tratamento mais indicado.

Sabemos da difícil decisão de colocar um idoso numa casa de repouso mas em muitos casos essa é a melhor alternativa porque lá ele será bem cuidado e ambos viverão uma vida melhor, mas vale lembrar que se está foi sua decisão procure um lugar conhecido e regulamentado onde existem pessoas capacitadas em cuidar de pessoas mais velhas.