Cuidados com o idoso

Cuidados com o idoso

Embora muitos idosos façam questão de manter a sua independência, as pessoas com idade precisam de alguns cuidados gerais.

O que fazer para tornar os dias do idoso ainda mais agradável, de forma física e emocional.

A UNIGEIN DA ÀS DICAS:

  • Cuidar de um idoso é falar abertamente com ele para saber quais são as suas vontades e necessidades. Explore todas as opções, desde viver sozinho, levar o idoso para a sua casa ou para uma casa de repouso.

A vontade dele é muito importante!

  •   No caso de dificuldades em ter cuidados constantes e ter optado por uma casa de repouso, é valido lembrar que temporadas em casa com a família, é importante para que ele não se sinta  que estão a ser “despachados”.

 

  •  Vida social. Só porque alguém tem mais de 80 anos de idade não significa que tem de passar os seus dias enfiados em casa em frente à televisão. É essencial motivar o idoso para sair de casa e ter algum tipo de vida social – nem que seja ir tomar um chá com as amigas todas as semanas, dar uma pequena caminhada ou até inscrever-se num centro de convívio para idosos. Sempre que puder, a família também deve estar presente para fazer companhia ao idoso. A companhia física, o carinho e uma boa conversa é o melhor presente que pode dar a um idoso que, com a sua experiência de vida, tem sempre histórias para contar. Para, além disso, é importante manter o idoso a par das notícias do seu círculo pessoal e até do mundo, para que não sintam que estão a ser esquecidos, simplesmente porque já são “velhos” e “não vão entender”.
  •  Ajuda externa. Por mais independente que seja um idoso, os cuidados gerais podem são de extrema importância. Um idoso pode precisar de ajuda para fazer a sua higiene pessoal, para ir às compras e/ou confeccionar as suas refeições, para efetuar a limpeza da casa, para ir ao médico, ver o correio e pagar as contas, entre muitas outras tarefas do dia-a-dia.
  • Saúde de ferro. Vigiar e cuidar da saúde de um idoso é fundamental. Quer tenham ou não alguma doença ou problema de saúde, os idosos devem ser vigiados de perto: assegure-se que fazem uma dieta alimentar equilibrada, que efetuam algum tipo de exercício físico, que bebem muita água e que não descuram a toma dos seus medicamentos diários (neste caso podemos usar uma caixa  com divisória para a separação dos medicamentos). O acompanhamento do idoso ao médico é importantíssimo, leve cópias do seu histórico medico. Se o estado de saúde do doente for mais grave e o idoso tiver de estar acamado, informe-se acerca dos cuidados especiais a ter com uma pessoa acamada.

 

  •   Viver num lar. Na hora de escolher a casa de repouso, escolha sempre uma casa que respeita às condições oferecidas e o ambiente em geral. Uma vez instalado no lar, é importante que visite frequentemente o idoso, planeando também saídas ou fins de semana passados em família.
  • Casa segura. Para idosos, os cuidados mais importantes passam pela segurança na casa. Certifique-se que a casa está bem iluminada e que existem luzes durante a noite também; cuidado com a disposição dos móveis evite dificultar a passagem; evite também a existência de tapetes escorregadios; adapte o WC/banheiro com barras de apoio; coloque os números de telefone da família, vizinhos e amigos junto ao telefone, escreva com números bem visíveis; veja se na cozinha têm tudo o que precisam à mão, para evitar que o idoso suba para cadeiras ou bancos; faça o mesmo com os restantes armários, colocando o que mais utilizam em prateleiras mais baixas.